Lívia Leite

Biomédica

Sexóloga

Terapeuta Sexual

Formação Acadêmica
  • Biomédica – Universidade de Mogi das Cruzes (UMC) – SP
  • Pós-graduada em Microbiologia Clínica – Pontifícia Universidade Católica (PUC)-PR
  • Sexóloga e Terapeuta Sexual – Centro de Formação e Estudos Terapêuticos da Família (CEFATEF) / DOCTUM-SP
Experiência
  • Consultora em Sexualidade na Saúde e na Educação
  • Palestrante
TERAPIA PARA A SEXUALIDADE

Todos nós temos questões sexuais que não contamos para ninguém. Ficamos angustiados, tentamos não pensar nisso ou fingimos que está tudo bem para que ninguém perceba. Mas sexualidade é parte fundamental da vida. É “energia que motiva encontrarmos amor, contato, carinho e intimidade. Se expressa no modo como nos sentimos, movemos, tocamos e somos tocados; é ser-se sensual e ao mesmo tempo sexual. A sexualidade influencia pensamentos, sentimentos, ações e interações e por isso influencia também nossa saúde física e mental” (OMS – Organização Mundial de Saúde)

Para expressar positivamente a sexualidade é importante ter saúde sexual. “Saúde sexual é muito mais do que a ausência de doenças. Vai muito além de gravidez não planejada, infecções sexualmente transmissíveis e coerção sexual. Ter saúde sexual é ter a capacidade de obter prazer a partir da atividade sexual e das relações íntimas. Envolve respeito a si mesmo e aos outros, não exploração, gratificação e alegria. Depende do bem-estar do indivíduo e de seu senso de autoestima. Requer confiança, honestidade e comunicação entre os parceiros”. (WAS – World Association for Sexual Health)

Em minha trajetória, estive em 90 países e convivi com mais de 50 nacionalidades diferentes e percebi que a intimidade é uma das principais causas de conflito tanto pessoal, quanto nos relacionamentos. Isso em qualquer país ou cultura. Seja porque não se faz sexo ou faz demais, porque é muito rápido ou parece não terminar nunca, machuca ou não sente nada, é selvagem demais ou muito delicado. Não chega ao orgasmo, se tem desejos “estranhos”, tem nojo, tem medo, falha, escapa urina, acha que não tem o corpo adequado. Enfim, as mais diferentes queixas.

Falar sobre questões íntimas com alguém que não conhecemos pode parecer constrangedor num primeiro momento. Mas, imagina o alívio poder falar sobre nossas situações que mais incomodam e angustiam e que não temos coragem de contar para ninguém? Imagina ainda, se fosse possível resolver essas situações angustiantes de uma vez por todas? E mais, passar a ter relações íntimas muito melhores do que antes?

Na terapia para a sexualidade isso é possível. Podemos falar sobre qualquer questão, por mais tabu que seja, sem sermos julgados.

Nós, terapeutas sexuais somos profissionais capacitados e habilidosos para aconselhar pessoas de todas as idades, gêneros ou orientação sexual com propriedade e sabedoria a obter uma resposta sexual satisfatória. O processo é focal, breve, indolor e sem contato físico com o paciente.

Não perca mais tempo! Agende agora sua consulta e viva sua sexualidade de forma plena e feliz!

Lívia Leite